Eliseu Visconti - Minha companheira Louise em sépia
Lote 62

Eliseu Visconti

Minha companheira Louise em sépia
82 x 66 cm
óleo sobre tela
assinatura inf. dir.
c. 1925
Registrada no Catálogo de Obras on-line do Projeto Eliseu Visconti, sob o Código P134. Participou da retrospectiva do artista no Museu Nacional de Belas Artes, RJ, 1949. Participou da exposição em memória do cinquentenário de falecimento de Eliseu Visconti, no Museu Nacional de Belas Artes, RJ, 1994. Participou da 34ª Exposição Geral de Belas Artes, RJ, ENBA, 1927. Louise se tornou figura marcante e inspiradora da obra de Visconti. Frederico Barata chegou mesmo a dividir sua obra em duas grandes fases: anterior e posterior à união com Louise. Para Carlos Drumond de Andrade, ?Louise foi o mais amado entre os modelos do pintor, e Visconti, em matéria de modelos, preferia-os familiares porque eram aqueles?a quem, por muito amar, muito compreendia? Tantos e tantos quadros do mestre Visconti revelam-no de fato o pintor de família?. Esta pintura que retrata Louise foi apresentada na 34ª EGBA, sob o nº 431, com o título Retrato, conforme reprodução no Correio da Manhã, de 28 de agosto de 1927, cuja crônica ressaltou sobre ela: ?em factura bem diversa da Igreja de Santa Teresa [P512], diz energia e verdade?. Lygia Martins Costa, no catálogo da exposição de 1949, sugere que a pintura teria sido criada no período em que Visconti executava o painel decorativo Assinatura da Constituição de 1891 [P701], de 1926. Essa hipótese é bastante plausível, pois o retrato em sépia poderia ser um estudo das nuanças dessa cor que ele utilizaria no painel do Palácio Tiradentes.
Compartilhar Facebook Twitter Whatsapp Email
×