Lote 56Lote 56

Sergio Augusto Porto

Artista pelo meio
24 x 16 cm
gelatina de prata sobre papel
1971
Exemplar II/VII.
O trabalho de Sergio Augusto Porto situa-se na radicalização do espaço de experiência. Parte de uma geração de artistas que rompeu com os paradigmas do projeto modernista, ele é um dos pioneiros no Brasil dos desdobramentos da arte conceitual no campo ampliado da escultura, do site-specific e da land art. Porto destacou-se no início dos anos 1970 ao se afastar de uma arte domesticada, confinada pelo espaço institucional ou do ateliê, para ir em direção a uma prática ambiental, experimental e participativa. Promoveu uma série de intervenções efêmeras na paisagem que, por sua vez, desdobraram-se em instalações, objetos e fotografias.
Compartilhar Facebook Twitter Whatsapp Email