Lote 11Lote 11

Élle De Bernardini

Friso Contrassexual #4
20 x 80 x 3 cm
folha de ouro e acrílica sobre tela
assinatura no verso
2021
Na série de frisos contrassexuais que venho desenvolvendo desde 2018 procuro pensar a história da humanidade a partir de um outro paradigma proposto pelo filósofo transexual, Paul Preciado. Um novo modelo de sociedade pelo qual poderíamos sair do modelo heteronormativo que estamos, e adentrar-mo-nos numa outra forma de sociedade chamada de contrassexual, onde não existem as diferenças de gênero binárias, homem ou mulher. Todas as pessoas são compreendidas como "corpos falantes dotados de potencialidades". Nos frisos eu codifiquei cinco zonas erógenas do corpo humano, responsáveis por demarcar os gêneros nos corpos, são elas: pênis, vagina, ânus, escrito e seios. E repetindo, combinando e justapondo essas formas eu proponho que pensemos essa nova sociedade onde os corpos não são mais vistos como tendo só vagina ou só pênis, ou que seios são elementos só do corpo feminino, por exemplo. O friso é uma forma de arte amplamente utilizada na antiguidade clássica por povos gregos e romanos sobretudo para escreverem suas histórias de batalhas e conquistas. Em meu trabalho eles cumprem um papel histórico também, de serem o suporte das ideias revolucionárias sobre o destino da humanidade não mais binária, patriarcal, só branca e heterocentrada. Mas plural, diversa, justaposta, confusa, diferente. Onde rosa e azul assumem outro significado. Onde a pele e o silicone andam juntos. E o ouro ilumina esse vislumbre de uma nova sociedade e de uma nova compreensão sobre sexualidade e corpo humano.
Compartilhar Facebook Twitter Whatsapp Email